Assinatura RSS

Arquivo do mês: agosto 2010

Publicado em

Musa - Angelila Jolie

Dica de hoje é de livro (não que eu dê muitas dicas por aqui)!

Fui em uma papelaria/livraria hoje e me deparei com nada mais nada menos que a Biografia de Angelina Jolie.

Eu nem preciso comentar que quase infartei, caí de costas, comecei a espumar ou qualquer coisa do tipo, né? Cara, essa mulher é minha musa! Não só pela beleza, mas por todas as ações que essa mulher MARAVILHOSA faz pro mundo!

O nome do livro pra quem quiser comprar é:

“Angelina Jolie – A história jamais contada da superstar que ousou ter tudo”

Bom, na livraria que fui hoje, vi por R$ 29,00 (ou algo do tipo). Acho que vale a pena ler e conhecer um pouco dessa mãe, esposa, excelente atriz e excepcional ser humano que ela é!


Publicado em

Seres invisíveis da minha vida, cá estou novamente pra falar dessa minha vida (que tá mais pra não vida).

Gente, como meus dias estão corridos! Por Deus meu Pai, viu?! Tá tão difícil arrumar tempo pra dormir, comer, respirar e até mesmo soltar um mísero pum que seja (hauhauhau).

De segunda à sexta, das cinco e meia até às dez e quarenta da noite…

Aulas e mais aulas, textos e mais textos, acho que ainda fico louca, viu?!

Mas o importante é que ainda estou viva o suficiente para passar de vez em nunca aqui nesse lugar estranho!

Bom, a vida anda boa (tirando todos os fatos citados anteriormente). Namoro tá cada dia melhor, eu ansiosa cada segundo pra começar a fazer tudo do noivado/casamento, elétrica no serviço. Quanta coisa. Deixa eu respirar!

Na facul tá aquela coisa, aula, bar, aula de novo. Vida de universitária é tão, mas tããão difícil hauhauhauh

No trabalho tá tudo bem também! Bati minha meta (de novo), ando me divertindo horrores por lá. Foda é que vamos mudar de prédio e que gente que num tem mais o que fazer fica fazendo fofoca, mas tudo bem. A gente releva a futilidade humana (:

Bom, eu tô cansada o suficiente pra deitar na cama com meu namorado lindo e gotoso e tirar AQUELA soneca que Deus irá me permitir

bjo

Publicado em

Um do outro pra sempre!

Ontem estava refletindo sobre meu relacionamento (não, não vamos terminar ou dar um tempo). Parei e comecei a lembrar de tudo, desde o comecinho, me deu uma saudade, um sentimento de satisfação.

Falarei então de como começou até chegar onde estamos!

Lembro como se fosse hoje a cena da Kah (uma das bests) entrando no cursinho falando que iria começar a estudar física com um amigo, logo rebati com a seguinte frase “Amiga, você vai se envolver com esse rapaz e vai acabar o seu namoro. Cuidado!”, como ela é bocuda, logo soltou “Não vou! Não faz meu tipo, aliás, ele faz o seu tipo, aposto que você vai achar o Gu lindo”.

Depois desse dia a bendita simplesmente não parava de falar do tal Gu pra mim e eu ficando cada dia mais curiosa. Certo dia percebi que um tal de Gustavo não saía mais do meu orkut, todos os santos e religiosos dia o nome dele estava lá marcado, como sou EXTREMAMENTE (multiplique por 1000000) curiosa retribui a tal visita. Depois disso foi um fuçando o outro descaradamente e a Kah falando dele pra mim, de mim pra ele… SEM PARAR!

Ok! Vocês devem estar se perguntando “Atitude nisso? Cadê?”. Caaaalma, pessoas invisíveis… Já falo!

Não lembro exatamente o dia, mas sei que fui viajar e voltei no sábado, pra variar corri pro computador pra entrar no msn,orkut e todo o resto de futilidade que a internet oferece às pessoas desocupadas como eu era na época (pq agora não sobra tempo pra respirar). Nome de quem estava marcado??? Dele! Do Sr. “Gustavo(garrafa) (guga)Asciutti”. Não resisti e mandei um recadinho:

“O senhor que é o famoso Gu?”

Nem um minutinho depois estava um recado de volta:

“Sim! E a senhora que é a famosa Laurinha?”

Pra que?! Logo começaram as trocas de recados e a informação de que tava tudo certo pra gente se ver na segunda (detalhe que eu NÃO estava sabendo desse fato). Do orkut ao msn! De minutos falando até madrugadas varadas fofocando com o Sr. Desconhecido.

Segunda cadê ele? Recebo um recado informando que ele tinha médico, por isso não foi.

Terça lá estava eu estudando quando, DO NADA, Kah me liga falando preu ir na padoca. Saí na frente do cursinho e quem estava? Kah ocm seu namorado e cunhada (na época) e o tal “Gu”.

Fiquei parada olhando aquele ser loiro, dos olhos claros, camisa vermelha, sorrizo reluzente, narigudo e tênis (coisa rara). Mais que depressa pensei: “Caraca, que cara lindo!”

23 de setembro de 2008: Uma noite sem aula (matei todas menos a última). Cutucões, certos ‘xingamentos’, risos, cerveja e, depois de umas três horas, um beijo. Ahh… Eu fiquei idiotamente idiota o resto da noite. Como se nunca tivesse beijado alguém, como se eu fosse ficar com ele pra sempre a partir daquele momento.

Karen vivia implorando pra eu não me apaixonar, eu vivia dizendo que não estava nem aí pro cara “lindo”. E ficamos por quase um mês, eu fazendo novena pra virar namoro e ele nem meu telefone tinha pedido ainda.

18 de outubro seria o casamento da minha irmã, queria muito que ele fosse. Camila falando “Não! Cada hora é um namorado, esse num vai durar um mês”. Pedi pra Tha o convite dela e o convidei pra ir comigo, nem que fosse como amigo. Ele aceitou!

15 de outubro de 2008: Numa saída pra terminar de ver o lance do salão com minha mãe e irmã, Gu resolveu me encontrar. Minha mãe espalhando que ele era meu namorado, eu negando até a morte. Passei no salão e, como sempre (L), fomos pra beira da praia, ficamos de beijinho, carinhos e toda melação.

Aí o beleza vai e solta algo que quebrou o clima todo ¬¬’

Diálogo

G:Laurinha, você sabe que assim que homologarem o concurso eu vou embora pra Bauru, né?!

L: Sim, eu sei! Mas não pensa nisso agora, pelo que vc diz ainda vai demorar.

G: Então, mas não queria acabar com isso.

L: Calma, vai demorar

*Silêncio*

Eu pensando: “Pronto, acabou tudo. Que merda, Kah me disse pra num gostar dele”

Fomos pra uma praça perto do salão que minha mãe estava, sentamos e a melação começou de novo. Do nada ele me chama de novo…

Diálogo 2:

G: Laurinha?

L: Oi?

G: Posso te perguntar uma coisa?

L: *coração acelerado a mais de mil km* Claro, fala..

G: Cê quer ser minha namorada???

L: *vermelhidão tomando conta de mim* Siiiimmm!!!! Mas e quando você for embora?

G: A gente vê como fica. Vai demorar!

Isso há quase dois anos atrás!

Aí depois de todo esse filme passando na minha cabeça oca, parei e pensei que não há pessoa mais maravilhosa na minha vida. Não vale comparar com família, sabe?

No meio de tanta coisa que anda acontecendo comigo, tanta dificuldade e desânimo… Ele está sempre ao meu lado! Brigando, me chacoalhando, consolando, secando lágrimas, rindo comigo, me dando força. Força que se não houvesse eu não estaria lutando pra conseguir as coisas que eu quero.

Gustavo tem sido tudo na minha vida! Namorado, amigo, conselheiro, pai, confidente e noivo (o mais lindo noivo do mundo). Sem ele comigo eu já teria voltado embora, já teria desistido e sido derrotada por tudo.

Me faltam palavras pra expressar tudo o que ele tem sido pra mim. Faltam ações, palavras e até mesmo sentimento.

Eu sei que ele vai passar aqui pq eu vou pedir, mas eu não posso de deixar de falar algumas coisas direcionadas à ele.

“Gu, eu sei que você me acha uma chata melosa, sei mesmo. Mas é naquelas, eu sou e não adianta reclamar! rs. Eu não tenho como agradecer por tudo o que você tem feito por mim. Tem feito muito mais do que eu realmente mereça, tem feito coisas que, ao meu ver, é impossível pra um namorado. Você tem sido a parte mais importante do meu dia-a-dia, a peça mais importante desse meu quebra-cabeça bagunçado. Sabe, ter você como namorado e amigo sempre foi muito importante pra mim. Ultimamente tem sido mais por (embora não oficial ainda) você ter se tornado meu noivo, mesmo que entre nós! Ter você como algo além de namorado me dá uma segurança a mais, me faz ter a certeza de que eu vou cuidar pra sempre de você assim como você pra sempre tem o dever de cuidar de mim. Certeza de que estaremos juntos na horas de alegria, tristeza, dificuldades e vitórias. Isso é muito além do que eu esperava pra mim um dia. Obrigada por você existir, por ser parte de mim e por fazer de TUDO.. TUDO mesmo pra tirar o sorriso mais boboca da minha boca! Eu te amo, Moi! Eu te amo além de tudo que possa existir nesse mundo!!!”

Sem mais….

Publicado em

Não queria que esse espaço fosse um lugar em que eu depositasse diversos problemas da minha vida, mas às vezes desabafar pro nada consegue me deixar um pouco melhor. Às vezes só o nada consegue nos entender, nos fazer refletir e perceber certas coisas dessa vida tão estranha. E é por isso que hoje eu vou escrever até cansar…

Moro há praticamente 1 ano aqui em Bauru (dia 09 de outubro completa exatamente), vim pra cá pra estudar, arrumar um emprego, ficar perto do namorado e crescer na vida (pq de altura é impossível). Quando cheguei aqui prestei vestibular na USC pra Ciências Biológias (meu verdadeiro sonhos) e na FIB pra Agronomia (detalhe que só tinha eu de mulher prestando e, futuramente, na turma).

Meu pai falava que não daria certo, que devido a sua idade (54 anos ¬¬’) achava muito difícil conseguir arcar com as despesas de faculdade particular, assim como disse que se eu passasse na UNESP também não iria pois aluguel e as outras despesas estariam completamente fora de alcance para ele arcar. Minha mãe bateu o pé, disse que estudo é a coisa mais importante pra um ser humano nessa vida. Ela sempre nos incentivou muito a estudar, assim como minha irmã ainda faz comigo.

De qualquer forma minha irmã e meu cunhado me receberam de braços e portas abertas, me matriculei na USC e hoje estou cursando Ciências Biológicas. Só que como nada nessa vida é fácil como esperamos, não sei até quando continuarei nesse curso maravilhoso devido às dificuldades financeiras.

Trabalho como recuperadora de crédito, ganho cerca de R$ 550,00 sendo que a mensalidade do curso é R$ 588,00 (com desconto), meu salário todo vai diretamente e exclusivamente pra conta da faculdade. Sim, eu pago sem raclamar! Faço isso pela realização dum sonho, pela vontade de ser uma excelente profissional futuramente no que eu acredito ser a melhor profissão de todas.

Mas tem sido tão difícil, tão impossível realizar tudo isso. Eu não tenho um tostão para pagar o conserto do meu dente (que precisa de canal), eu não tenho um centavo pra comprar coisas básicas (desodorante etc), eu me sinto impotente e derrotada com essa situação monstruosa. Meus pais fazem o possível, que pra eles chega a ser impossível pois a situação por lá também não anda nada fácil. Mas o que eu faço?

Ultimamente eu me vejo sem saída alguma a não ser deixar o sonho de ser bióloga pra uma outra época, pro futuro (distante ou não).

Tantos problemas, poucas soluções.

Não sei o que seria de mim sem a força da minha irmã e do meu cunhado, sem contar o Gustavo que tem sido qualquer posto acima de namorado.

Os amigos me dão força! Os da facul num suportam essa idéia de eu abandonar tudo.

Eu só queria uma solução, sabe? Uma saída pra tudo isso, tá difícil demais…

Publicado em

Quinze mil anos sem passar aqui!

Na verdade acho que nem tenho muitas novidades, só que minha irmã disse preu começar a ver as coisas sobre noivado e casamento JÁ, que preciso correr atrás de vestido e terno pra alugar pra irmos no casamento do Miltinho e da Gaby e que amanhã tenho que trabalhar (o que nem é tão novidade assim).

Achei no blog de uma amiga do Gu que irá casar ano que vem um blog excelente: http://bemlembrados.blogspot.com/ , cheio de coisas sobre “O grande Dia”. Coisas simples, sofisticadas, simples, coisas lindas demais. Pra mim tá sendo bem útil pq eu num sei por onde começar >.<”

Hoje o almoço foi maravilhoso. Meu lindo namorado/noivo é, acima de qualquer coisa, um EXCELENTE cozinheiro. Nossa, fez um arroz com linguiça e uma carna assada que só por Deus! Sabe aquela comida no ponto, tempero certo, carne macia e tudo que uma ótima comida tem que ter? Então, ele sabe fazer, hein?!

Bauru hoje tá gelado! Sim, por incrível que pareça está frio por aqui. Detalhe que ainda nem tomei banho e tô só pensando como será esse momento huahuhahauahauuUHAUhuahuHUHAUHAUhuh

Passei aqui mesmo só pra dar o ar da graça! Amanhã tenho dentista, quero nem ver…

Beijo para vocês que não aparecem por aqui (:

Publicado em

Eu e minha eterna ausência em todos os blogs já montados por mim um dia!

Minha semana tá corrida, tensa… Por isso tamanha falta de respeito com vocês, pessoa imagináveis (:

Hoje acordei cinco e meia (pra variar) e só cheguei em casa às 19:00. Passei a tarde toda num consultório odontológico esperando dar a hora da minha consulta (que era somente às 17:30). Tô com a boca amortecida devido à anestesia dada pela querida dentista (desculpa, mas eu odeio tanto a profissão de vocês rs).

Aliás, hoje na hora em que estavam me cutucando, motorzando e anestesiando, estive pensando da seguinte questão: pq essa raça de profissionais tão exemplares (e careiro, diga-se de passagem) ficam perguntando o tempo todo ‘tudo bem?’, ‘tá doendo?’, ‘num esquece de fazer tal coisa, tá?’, ‘vai marcar pra quando?’ sendo que você está com a boca ARREGANHADA, com a dentista puxando na direita e a assistente na esquerda e SEM PODER RESPONDER??? Senhor, o tempo que passei naquela sala iluminada de todos os cantos eu tentei responder da melhor forma possível com meus educados ‘ãhã’, ‘huuumm’ e ‘uhum’, mas não sei se compreenderam bem.

Ah! Pq eu fui lá hoje? Estava eu mascando um humilde trident doado pela minha amiga de facul (a Mah) e de repente ouço/sinto um ‘crec’, fiquei desesperada pra ir embora – detalhe que vim embora de busão (levei milianos pra chegar em casa pq meu carona foi manguaçar), cheguei em casa e fui ver o que havia acontecido… tchan tchan tchan tchan… meu dente quebrou! SIM, ELE QUEBROU E CAIU UM PEDAÇO! Cara, fiquei semi-banguela no fundo da boca. Não é exagero, tava foda e feio o negócio. Mais desesperada ainda liguei pro Gu: “amor, eu tô baguela! Meu dente caiu e num sei o que eu faço, eu num tenho um tostão no bolso. eu tô fudid*” (e por aí foi a conversa envolvendo meu dente, ou melhor, o resto dele). Gu me acalmou (como sempre), pediu preu confiar nele que tudo daria certo. Pois é, ele teve razão (de novo!).

Outro fato importante a ser contato:

Antes da dentista chegar perguntei pra secretária por um lugar bom e barato pra eu poder comer (minha última refeição havia sido às 11:30 e nisso já era 17:00), a Carol me indicou a lanchonete “Mundo Verde” (ou algo assim). Nossa, o lugar é bom, hein?! Tomei um suco de amora maravilhoso e um crossaint (assim que escreve?) de frango que pqp, deliciosos demais e baratos (ao meu ver). Detalhe que lá é tudo orgânico, integral, bem natureba e ligth (acho que esse fato me fez gostar mais ainda do lugar). O conjunto do salgado mais o suco ficou em 6,00. Sinceramente não achei caro. Fiquei de voltar lá por esses dias (ou semana que vem, ou quando der) pra tomar suco com clorofila. Não sei, mas sempre quis provar desse sabor, mas o medo de jogar dinheiro fora por não gostar sempre foi mais forte. Eu acho que deve ser amargo de alguma forma, mas duas pessoas já me garantiram que não, vamos ver. Quando eu provar posto aqui a foto do bendito juntamente com minha opinião.

Fica a dica: pra quem for de Bauru e curtir um lanche mais light, MUNDO VERDE é o lugar!

Vou ido nessa pq tô com sono e minha boca inchada tá me irritando pra caramba!

Beijos

Publicado em

Primeiramente:Feliz Dia dos Pais pro MEU PAI. Ele é o melhor do mundo, não há dúvidas

Segundamente (hauahu): Feliz Dia dos Pais pro outros pais, pois são bons!

Nossa, tô imprimindo as coisas da facul, tantos textos que nossa… Vou precisar replantar tudo isso de árvores, sim,pq num dá pra NÃO imprimir. Tanta coisa pra ler, pra fazer (tarefas (:), pra correr atrás…. Num é brinquedo não rs

Ontem teve show do Luan Santana aqui em Bauru (na verdade perto de casa), mas Gu e eu escolhemos um programa mais casal, fomos ao cinema assistir SALT (filme da musa Angelina Jolie). Nada de filme romântico (melacueca), lance é ver filme com ‘morte, explosão e destruição’ (como diz meu querido e amado Namorado). Próximo a nos levar ao cine será “Os Mercenários”, filme que – particularmente – não me atrai nenhum pouco, não curto o Stalone (confesso), mas já que o Bem gosta e precisa dum acompanhante, eu vou!

Essa semana será EXTREMAMENTE corrida. Serviço, aulas, textos, pouco sono… Tô até vendo o bicho pegando rs

Preciso marcar alguns médicos, levar meus exames na neuro.. Tava falando pro Gu que é tanta coisa que eu acabo esquecendo de mim, se num é ele me lembrar a casa cai rs

Acho que por hoje é só! Preciso dormir pq amanhã é dia de TODAS AS COISAS