Assinatura RSS

Arquivo da categoria: Famía

Carnaval e suas fotos bizarras!

Publicado em

Terça feira. Dia de correria o dia todo, aula de manhã e à noite tomando minha vida por completo.

Deus, não me deixe morrer esse semestre com tantas matérias tenebrosas e provas complicadas. #momentooraçãododia

Eu vi em alguns posts anteriores que até tinha deixado algumas fotos do carnaval pra vocês. Fotos na praia, inclusive. Mas como muitas outras ficaram bacanas, resolvi postá-las aqui.

Todas estão editadas. Sabe como é, descobri como fazer coisas no PhotoScape e agora já, viu, me aguentem!

Cah, Lu e eu – Na pizzaria – Todas lindas

É carnaval, minha gente! Deixa eu aproveitar como dá.

Palhaço (Gabri), Eu e Colombina (Lu) – Amores da minha vida. Meus nenéns grandes!

Faltou só um dos meus amores pra foto estar completa – Família linda!

Na foto de cima: Loirisse em família! – Na foto de baixo: Papy com suas loiras lindas!

É, o carnaval conseguiu ser bom. Mesmo não tendo a mesma graça que teria se o Vih tivesse com a gente. Mas eu sei que foi ele quem fez a gente se divertir e fazer desse carnaval um momento bacana. Sei que tem dedo daquele menino lindo, inesquecível!

Gostaram???

Beijos

Anúncios

Paz, Carnaval…não mata, não engorda e não faz mal!

Publicado em

Ahhh!!! Meu carnaval em Ubatuba foi melhor do que eu esperava. Claro que não foi 100% pelo simples óbvio fato do Vih não estar mais entre nós, porque carnaval sem ele nunca mais será a mesma coisa. Mas foi bom!

Eu cheguei em Ubatuba quarta feira passada, não aproveitei nada porque passei o dia todinho viajado. Quinta feira acordei mega tarde, mas adorei o fato de ter almoçado com meus pais. Nossa, me deu vontade de ficar pra sempre ali, sabe?

Sexta acabei que fiquei sozinha em casa. Meus pais foram pra Taubaté e, por conta do trânsito, acabaram voltado só na madrugada de sábado. Mas foi bom, dormi, fiquei na net, comecei a ver um filme que não terminei porque dormi de novo e fiquei de boa depois.

Sábado meus bebês chegaram e eu amenizei toda aquela saudade que já não cabia mais no peito. Tão gostoso ser acordada com um “Láááia, a gente chegou. Acorda!”. Abracei, beijei, mordi e fiz tanta bagunça *-*. À noite fomos na praça da igreja e na avenida. Na praça o carnaval como sempre é de marchinhas, na avenida tava rolando o bloco da cachorrada (que eu sempre saía com o Vih).

Domingão é dia de??? PRAAAAIA!!! Ai, aquele mar imenso me esperando, me refrescando e me relaxando. Tava com uma saudade da praia!

O melhor de tudo foi comer peixe cozinho com camarão frito super delícia da Mamãe (L).

À noite o Pedro resolveu aparecer em casa e, finalmente, levar a namorada preu conhecer. Padrinho desnaturado esse meu, viu?! Foi lá me levar o presente de Natal (sim, isso mesmo, de natal) *-*. Uma tornozeleira LINDA de prata com um pingente de estrelinha. Eu sempre AMO os presentes que ele me dá, impressionante…

Segunda. Dia de acordar super tarde, não fazer absolutamente nada e sair à noite pra aproveitar o último dia de carnaval. Baixou “a loira” em mim e aí tudo virou festa. Gente, tomei sorvete na Rocha, comi lanche na avenida… Cês têm noção de que fazia MUITO tempo que eu não fazia isso? Acho que desde que saí de Ubatuba não ia nessa sorveteria e, muito menos, comia lanche na avenida da praia. TENSO!!!

Bom, cá estou eu em Rio Preto novamente. Passado calor, com sono etc…

Ano que vem tem mais!!!

Gabri brincando

Praia Dura - Ubatuba

Lulu e eu *-*

Essa é só pra mostrar meu cabelão haha

Pra fechar com chave de ouro: Eu loira... CARNAVAL!!!

Beeejo!

Família (:

Publicado em

Desculpem (de novo) a demora pra postar.

Hoje também não deixarei nada elaborado. Papai e Mamãe estão em casa e eu PRECISO matar essa saudade horrível..

 

beijo

2012 – Não sei…

Publicado em

Eu sempre digo que não sumi. Sempre prometo aparecer mais vezes.

Eu juro que tento, mas nem sempre é possível. Era pra eu ter postado algo pro Ano Novo, mas como não tive o que comemorar, cheguei a esquecer a data e assim ficou.

Há +- 15 dias postei algo aqui sobre um casal ter muita força pra seguir em frente. Postei isso devido a esse casal ter perdido seu neto de apenas 10 anos.

Como era Ano Novo resolvi não falar sobre a minha dor.

Acho que todos sabem (os que não sabem ficarão sabendo agora) que sempre fui muito apegada ao Vinícius, filho de minha prima. Pois é, ele não era só meu primo, ele era meu irmão caçula que praticamente morava em casa e que bagunçava comigo o tempo todo. Ele era meu amigo e companheiro. Embora tivesse pouca idade, acabava me dando conselhos que eu jamais esperava que alguém tão mais novo que eu pudesse me dar.

Vinícius era parte de mim. Não me via em Ubatuba sem tê-lo comigo nem que fosse só por um dia todo. Fazíamos NADA, comíamos pipoca e tomávamos limonada, tudo feito pela minha mãe que era também madrinha dele.

Tínhamos um laço enorme. Tínhamos tudo quando estávamos juntos. Problema é que Deus quis ter tudo também e resolveu levar o meu menino de 12 anos pra junto dele.

Deus queria ter junto dEle aquele menino exemplar, educado, responsável e adulto precoce. Aquela criança que nunca reclamou de nada, que aceitava tudo como ninguém. Aquele menino que era amado por todos que, um dia, o conheceram.

O meu irmãozinho se foi e deixou pra todos só lembranças boas. Que jamais serão esquecidas.

Eu realmente não ia postar nada referente a isso, mas sabe quando não dá? Infelizmente essa dor avassaladora ainda está dentro de mim. Eu tento ser forte. Tento não pensar, mas é impossível.

Só quem já perdeu alguém tão especial e importante sabe do que eu tô falando.

Mas a vida é assim.

Só peço a Deus que cuide bem do meu Vivi. E que o Vivi ajude Papai e Mamãe do Céu a cuidar de todos nós, assim como nos ajude a ter força pra continuar.

Te amo muito e pra sempre, primo-irmão-amigo-companheiro!

 

Ubatuba – Eu sempre volto

Publicado em

Estar em Ubatuba me deixa totalmente sem tempo. Preciso visitar quase todos os habitantes daqui (eu não sou política, mas é complicado quando se conhece quase a cidade toda rs) e ainda preciso visitar meu melhor amigo, o MAR.

Ontem fui à praia com meu amigo-irmão, Mayr. Impressionante o tanto de porcaria que a gente fala quando se junta, coisa de irmão mesmo.

O sol estava mais radiante (e quente) que nunca, o mar estava maravilhosamente lindo e gostoso e o momento, nossa, ficar ali parada só observando a beleza “da minha casa” não tem preço. Saber que eu posso ir pra onde for (não importa o quão longe seja) e ainda assim ter um lugar LINDO, EXUBERANTE e MARAVILHOSO como Ubatuba pra voltar é o que realmente me faz feliz.

Casa de mamãe e papai, me sinto como meus sobrinhos, sabe?! Só na mordomia! Mimos de cá e de lá, acorda tarde, praia, café na cama e tudo mais… Acho que deve ser pra compensar os seis meses que devo ficar longe de novo rs…

É tão engraçado voltar pra casa. Cada vez que volto há algo diferente. Dessa vez tem um aparador cheio de porta-retratos e duas calopsitas (oO’). Minha mãe muda tudo sempre,  impressionante… Bom é que cada vez que eu volto, é um “lugar diferente” rs.

O melhor são todos os enfeites de natal. Há Papai-Noel por toda a casa!!! Não sei, AMO época de Natal pq tudo fica mais bonito, mais calmo e mais gostoso…

Prometo postar fotos depois…

 

bjo

 

Um minuto de silêncio!

Publicado em

Hoje eu só vim postar pra não deixar o blog totalmente abandonado.

Não estou com cabeça, criatividade e, principalmente, não estou com o coração em paz para escrever.

Eu só desejo à Tia Aninha e Tio Toninho muita força. :/

 

O filho do casal (;

Publicado em

Pra quem ainda não conhece o meu bebezão, este é o lindo e fofo Amarelo (ou Yellow ou AmarYellow)